Archive

outubro 2017

Browsing

O corpo que habito

O blog nasceu quando eu passava por um turbilhão de emoções. Ele foi, e ainda é, minha válvula de escape. O intuito sempre foi compartilhar.
Desde que comecei a mudar meu estilo (cabelo, maquiagem, roupas, acessórios… e meu comportamento) vejo que fiquei mais corajosa. Algumas inseguranças, medos e preconceitos foram ficando pra trás.
Não adianta negar que parte da minha vida eu seguia um padrão que era imposto. Eu não me perguntava se eu gostava de ser daquele jeito, de me vestir daquela forma, de usar o cabelo naquele estilo. Eu só seguia.
Reparei que toda vez que eu ia expor algo que não estava acostumada, eu me defendia antes. Isso tudo sem perceber. Não era proposital.

Ao mesmo tempo em que é libertador se aceitar e mudar o que não gostamos pelo simples fato de respeitar o que estamos sentindo, é assustador se expor. Recentemente eu estava na praia e me deu vontade de fazer fotos. (Insira nesse trecho uma música de superação. Eu de maiô, na praia e fazendo fotos com gente me olhando hahahaha). Eu queria postar uma dessas fotos. Fiquei pensando mil vezes, em várias coisas. Sabe qual foi a última coisa que passou pela minha cabeça: eu quero postar pois estou me amando. Mesmo não estando no meu peso ideal. Pra minha saúde, para a minha altura, pra minha nutricionista e, sem hipocrisia, pro meu gosto.

A gente fundamenta nossas escolhas com base no julgamento dos outros. Está errado. Muito errado!
Vou repetir como um mantra pra ver se você que está lendo se convence e aproveito pra repetir pra mim também: é incrível se inspirar em tudo a nossa volta, mas descobrir que o mais importante está em olhar pra dentro e encontrar quem é você e quem você quer ser é fundamental.
Não estou dizendo que é fácil, que sou um poço de autoconfiança todos os dias, que não me olho no espelho apontando defeitos. É uma eterna contradição. Só estou tentando dizer, pra mim e pra você, que a gente precisa ser menos corpo e mais alma.

Quantas vezes você deixou fazer algo que queria pensando nos outros e nos julgamentos? Um dia você faz piada do seu corpo e no outro está achando ele lindo como é. Quem disse que ia ser fácil?

Achados (Desejos) da semana – versão aniversário

Meu aniversário está chegando (8 de novembro batendo na porta mais vez). Gente, eu fico animada e emocionada na mesma proporção.

Vou comemorar muito ouvindo e cantando #pagodeanos90. <3 Pra não perder a tradição faço uma lista de desejos especial. Claro que continuo jogando aquele verde pro marido. 😉

Quem segue o blog sabe que essas listas servem também como termômetro pra saber o que eu quero de verdade ou o que é apenas fogo de palha.

1 – Caneca de flamingo. Eu sempre repito que não vou mais comprar canecas pra minha coleção. Até ver alguma que me deixe completamente louca de amor. Essa de flamingo é da Imaginarium

2 – Não estou sabendo lidar com esse porta-jóias desde que vi no @posteiachados. Tem alce, unicórnio… Tudo isso em uma lojinha na Rua da Alfândega, 330, no Centro do Rio de Janeiro. Nas minhas buscas pela internet achei no Hello Chic também.

3 – No meu aniversário de 2015 na minha lista tinha um turbante. Eu dizia que não sabia se teria coragem de usar. O resto da história vocês já sabem. <3 A dúvida do ano: colocar ou não um piercing no nariz. Está velha? Não combina com você? Será?

4 – A bolsa mais linda da vida. Desde que vi no instagram não paro de sonhar. Pena que por aqui custa os dois olhos da minha cara. Rs

5 – Uma palavra, em forma de colar, repleta de significados e com muito valor afetivo. É assim que a Mayara Leão descreve sua peça.  Suspiros por aqui. Feito  à mão e sob encomenda. Mais amor impossível!

Pin It