Tag

vida real

Browsing

O divórcio e seus desafios: Para onde foi a minha família?

Eu estava sentada à mesa. À minha volta minha sogra, cunhada, cunhado, duas sobrinhas, ele, uma garrafa de vinho, histórias de viagens e sorrisos.

Algo errado nessa composição, não?

Sim, eu.

Aquela família ali não é mais a minha.

Claro que eu sinto como se fosse, meu coração continua os amando. Mas essas cenas são e serão cada dia mais raras.

O café da manhã de domingo com altas discussões políticas regadas de pretinho quente, pãozinho e queijo minas já são totalmente parte do passado.

Os almoços de páscoa e noites de natal também estão só na lembrança.

Quando naquele dia, um ano e meio após a minha separação, eu me vi sentada àquela mesa, de uma casa que não era a minha, mas cujos móveis contavam a história da minha vida, eu percebi que aquela família não fazia mais parte do meu dia-a-dia, eu simplesmente chorei.

Perceber do que se abre mão quando se toma a decisão de separar duas vidas, um dia no passado unidas diante daqueles que amamos, é muito doloroso.

Como lidar com essa perda que vai além da perda do seu companheiro de vida?

A sensação é de que roubaram a minha família. Por mais que eu ainda mantenha contato, que esteja presente o quanto eu posso, que eu seja a dinda das sobrinhas lindas… ainda assim, é tudo diferente.

Quantas vezes a gente pensa em separação, mas esquece que no relacionamento envolvemos mais que duas pessoas. Acreditamos que iremos manter os contatos e nada vai mudar com relação aos demais. Quanta inocência!

Precisei de quase dois anos e uma visita ao ex (que estava doente) para conseguir realmente internalizar essa sensação, mas a dor é inevitável.

E lá estou eu voltando novamente para minha casa sozinha, dando tchau com a mão pela janela do taxi.

Instagram: @lanna_schmitz

Site: www.lanna.london

E-mail: lanna.ldn@gmail.com

 

Este é o quarto texto da série sobre divórcio.

Para ler o primeiro, clique aqui. (a palavra que dói)

Para ler o segundo, clique aqui. (os desafios: o lar)

Para ler o terceiro, clique aqui (separação e a vida real)
Siga este blog pelo Bloglovin

Meu processo de autoconhecimento

Não sei se é assim com todo mundo, mas meu processo de autoconhecimento não para. Ele acontece o tempo todo.  Dá uma sensação estranha notar que tudo que ocorreu na minha vida até hoje me trouxe pra esse exato momento.  Parece óbvio, mas o que estou tentando dizer é que hoje eu entendo e aceito. Tudo!

Arquivo Pessoal

Coisas que antes eu não conseguia digerir passaram a ter um papel fundamental por aqui. Não vou mentir, é cansativo! Mas finalmente perceber que achou seu propósito, mesmo que se sinta confusa no meio do caminho, é inexplicável.

Eu amo olhar pra trás e notar que aceito meu caminho até aqui. Fácil não é, mas a sensação de que estou na direção “certa” é indescritível.  Mesmo com todos os tropeços e tombos inevitáveis.

Algumas vezes aquela sensação de calmaria, outras vezes parece que fui jogada dentro de um liquidificador. Se minha vida fosse uma novela, os autores seriam Manoel Carlos e Janete Clair (rs).

Mas tudo bem. Sou mesmo chegada a recomeços. Que não nos falte forças pra seguir e sorrisos suficientes guardados para celebrar.

Foto @joypessa Make @renatasantanamakeup

 

A palavra que dói: divórcio

Não teve grito.

Não teve briga.

Teve tristeza sim. Muita.

Não importa o motivo pelo qual aconteceu, o que importa é que aconteceu.

A conversa foi amigável e civilizada, chegamos em um consenso. Sabíamos que não éramos mais as mesmas pessoas de dez anos atrás. Não tínhamos mais os mesmos sonhos, as mesmas ambições que aqueles dois jovens em 2006. Aqueles dois eram apenas lembranças do que parecia ser uma outra vida.

E a certeza era que precisávamos de espaço para descobrir quem eram essas novas pessoas, que apenas agora reconhecíamos que existiam.

Houve muito tempo de negação.

Não queríamos admitir que estávamos tão diferentes, tão mudados.

Não dizem que as pessoas não mudam nunca? Que grande mentira essa que nos contam! Mudamos por vontade própria e mesmo sem querer. A vida transforma a gente, isso é uma verdade!

Tiveram tentativas de recomeço fracassadas.

Tiveram buscas de novos objetivos também fracassadas.

Fizemos tudo que estava ao nosso alcance, mas estávamos infelizes juntos.

Depois da decisão tomada, confesso que o ar ficou mais leve em volta de mim. Era como se eu pudesse respirar de novo. Provavelmente não porque eu estava me separando, mas porque eu estava de algum modo agindo, tomando uma decisão. Para mim, viver em indefinição é angustiante por si só.

E ele também sentiu o mesmo. Tivemos risos de volta em casa, bebemos vinho, sentamos no chão da sala e conversamos horas até nem percebermos que a madrugada tinha chegado. Como nos velhos tempos…

Aí chegou o meu primeiro desafio. Falar em voz alta que eu seria SEPARADA. Nossa, como isso soou mal aos meus ouvidos. Eu seria uma mulher separada, em breve divorciada.

Só de pensar nisso lágrimas jorraram em cachoeiras.

Eu poderia ter imaginado muitas coisas para o meu futuro, mas separada não era uma delas. Claro que a gente pensa, mas acho que eu nunca visualizei como uma possibilidade e o choque da realidade nos alcançando tem outro impacto.

Sofri um preconceito que veio de mim mesma. Eu lutava contra isso porque era absolutamente antiquado e machista eu me sentir daquele jeito. Como se o meu estado civil fosse definidor de mim como pessoa.

Eu tentava justificar dizendo que eu trabalho com casamentos, como posso ser separada?

Ahhh, que besteira!

Então quem nunca casou não pode ser bom profissional da área de casamentos? Ou quem nunca teve uma festa de casamento não pode organizar festas alheias? Eu repetia que eram sofismos e eu precisava sair deles.

E depois de muito me maltratar com isso, decidi abraçar a condição. Eu não poderia ficar casada só para dizer que era casada. Precisava andar pra frente e tentar ser feliz. Repeti isso como mantra por meses.

Então o separada em pouco tempo virou divorciada e eu simplesmente acostumei a marcar o X nos formulários de cadastro em outro lugar.

O casamento faz parte de mim, da minha história, assim como a minha separação estava se tornando.

Este é o primeiro texto da série sobre divórcio. Para ler o segundo, clique aqui.

Site: www.Lanna.London

Instagram: @lanna_schmitz

E-mail: lanna.ldn@gmail.com

 

Vulnerabilidade

Qual o real motivo de termos tanto medo de demonstrar nossas fraquezas?

Eu sempre fui sensível. Do tipo que fica magoada com facilidade. Mesmo! Anos atrás eu escondia isso do mundo. Era praticamente impossível deixar alguém notar. Era uma proteção que eu achava perfeita, mas que com o tempo fez estragos por aqui. Depois disso, tracei uma linha reta entre ser a garota perfeita, que aguentava tudo quieta, para a outra que fechava a cara e respondia no impulso qualquer tipo de suspiro errado.

Eu continuo sensível. Na mesma proporção, inclusive! O que mudou é que hoje eu falo e demonstro. Não tenho mais medo de ser julgada, taxada como tal. Eu aprendi que posso ser vulnerável e forte ao mesmo tempo.

Aprendi que demonstrar minhas fragilidades não é ruim e não mata ninguém. Aliás, essa é só uma das minhas características. Aos poucos a gente vai trabalhando nelas e percebendo que quanto mais as conhecemos, menos medo teremos delas.

Foto @joypessa  Make @renatasantanamakeup

No Pinterest X Na vida Real

Mais do que um “álbum”de inspiração, o Pinterest pra mim é um lugar onde guardo ideias. E como eu vivo em constante transformação, ter um “local”pra guardar tudo que quero/preciso antes de sair por aí gastando grana é fundamental.

Encontro MUITA coisa que guardo nas minhas pastas. Antes era impossível transformar tudo aquilo em vida real. Alguns são inspirados no que eu gosto e outros idênticos ao que encontro por aí. Separei alguns exemplos abaixo. Vem ver!

1)  T’shirt divertida no Pinterest X T’shirt divertida na vida real

Mais detalhes aqui: Acho Cool Store

blusa-pinterest

blusa-vida-real

2) Oxford no Pinterest X Oxford na vida Real

Mais detalhes aqui: Aquamar<

sapato-oxfort-vizano

sapato-vida-real

3) Saia no Pinterest X Saia na vida Real
Mais detalhes aqui: Aquamar

saia-pinterest

saia-vida-real

Pin It